chester's blog

technology, travel, comics, books, math, web, software and random thoughts

Finalmente Um Anti-spam Que Funciona De Verdade

| Comments

O Cloudmark SpamNet é um plug-in gratuito para o Outlook 2000/XP que se propõe a combater os e-mails não desejados (também conhecidos como “spam”) de uma maneira bastante original e eficiente. De forma análoga a um antivírus, ele gera uma “assinatura” para cada mensagem que você recebe, e compara com uma lista de assinaturas que ele sabe que são de spams. Quando identifica um, manda para uma pasta “Spam”.

Até aí, nada de mais. O interessante é que, quando algum spam passa pelo “pente fino”, você pode clicar num botão “block”, que, além de mandar para a pasta “Spam”, informa a assinatura daquele spam para todos os usuários do programa. Resultado (no meu caso): mais de 90% dos spams que chegam já foram bloqueados por alguém, e somem da minha vista antes que eu os abra.

Claro que o sistema tem um botão “unblock” – para o caso de alguém bloquear, por engano, uma lista de discussão, ou um mail marketing legítimo (i.e., aqueles que você opta para entrar e que realmente permitem o seu descadastro), e só envia as assinaturas para todos quando o spam é reportado por usuários que costumam identificar corretamente o spam.

É quase impossível dar “alarmes falsos”, i.e., identificar como spam e-mails legítimos) – coisa comum em outros programas e serviços anti-spam. Comigo aconteceu de ele engolir *uma* newsletter legítima (no meio de quase 1000 spams bloqueados). E-mail pessoal, isso ele nunca bloqueou (nem teria como, só se outra pessoa com SpamNet recebesse uma cópia e bloqueasse).

Claro que eu tenho motivos extras para fazer propaganda disto: quanto mais brasileiros usarem isto, mais spam nacional será bloqueado (eu notei que já tem *bastante* spam nacional bloqueado, mas diria que uns 25% passa, ao passo que a taxa de spam gringo que passa é menor que 10%). Mas vale a pena, acreditem.

É bom pra quem não quer pensar em nada: basta instalar e, sem nenhuma configuração, os spams diminuem drasticamente). Mas acaba sendo natural que quando um spam chega (especialmente aqueles de calão, moralidade, target ou ortografia duvidosos), fale mais forte o impulso de apertar o botão “Block”, sabendo que este gesto provavelmente fez com que centenas de milhares de cópias daquela propaganda da loja de pregos do Zimbawe estão sendo obliteradas dos PCs alheios. Infelizmente, não funciona com Outlook Express, nem com Outlook conectado no Exchange – caso contrário eu iria entrar em greve até tornarem o uso do SpamNet obrigatório no meu escritório!

Comments