chester's blog

technology, travel, comics, books, math, web, software and random thoughts

Crumb: A Censura Acontecendo Onde Menos Se Espera

| Comments

A Conrad lançou o especial “R. Crumb: Frtiz the Cat”, uma edição com preço meio salgado na editora, mas que na FNAC estava com um bom desconto quando eu comprei.

Trata-se de uma compilação das histórias de Fritz, personagem de Robert Crumb que dispensa apresentações. O que me levou a escrever foi a história “R. Crumb Comics & Stories”. Eu já tinha lido esta no número 5 da revista “Porrada”, de 1998. Sem estragar muitas surpresas: Fritz retorna à casa de sua mãe no interior, depois de ter vivido um tempo na cidade, e acaba tendo uma relação sexual com uma garota.

Na tradução da Porrada, a garota era a filha do vizinho. Qual não foi a minha surpresa ao ver que, na tradução da Conrad, a garota era a irmã mais nova do Fritz. Pesquisando na Internet, vi que a versão do incesto é a correta. Também descobri que esta história também sofreu este tipo de censura na Espanha, na revista Star, mas em 1975.

Pode ser que a Porrada tenha pirateado o material da revista espanhola, sem saber da censura. Mas também pode ter sido feito de caso pensado. Pior ainda: talvez eles tenham republicado a história da revista Grilo, ou de alguma outra que publicasse Crumb no Brasil. Eu não acredito que a Grilo fizesse coisas deste gênero (só li um exemplar dela até hoje, mas sei que fez a cabeça de muitos autores de quadrinhos no Brasil). Mas é uma possibilidade no mínimo frustrante.

É curioso pensar que, se a Conrad tivesse censurado, até seria compreensível – afinal, eles publicam quadrinhos infantis de sucesso. Seria lamentável, mas compreensível. Mas não o fizeram, o que merece os parabéns e só reforça minhas recomendações acerca desta edição.

Seguem alguns quadrinhos das duas publicações – a qualidade da digitalização deixa a desejar, mas o conteúdo não deixa dúvida alguma.


R. Crumb: Fritz The Cat, 2002
“sem censura”


Porrada! no. 5, 1988
“censurada”

“Você” virou “a pequena do vizinho”…

…e “maninha” também virou “pequena”.

“Namorados” é feio, né ? Melhor que a menina tenha “amiguinhos”.

Deram até um nome pra ela !

Pelo menos o final é um legitimo final Fritz, em ambas as edições.

Comments