chester's blog

technology, travel, comics, books, math, web, software and random thoughts

Colocando O Nintendo DS Na Sua Rede Sem Fio (Ou: O Diabo Mora Nos Detalhes)

| Comments

Uma das características mais legais do Nintendo DS (NDS) é a comunicação sem fio: você pode jogar pessoalmente contra os amigos, ou, através de uma rede Wi-Fi, desafiar pessoas do mundo todo. O sucesso do NDS com o público infantil no Japão garante um suprimento infindável de adversários – afinal, a produção de crianças japonesas não dá sinais de cansaço.

O objetivo deste post é ajudar aqueles que, como eu, querem aproveitar a rede sem fio de casa para jogar com o NDS – embora existam vários tutoriais para Linux e Windows ensinando a fazer isso, vale a pena mencinar dois detalhes me fizeram bater a cabeça um bom tempo. Se isso interessa, continue lendo.

Em redes sem fio, os dados costumam ser criptografados (codificados) para evitar o acesso não-autorizado. Grosso modo (os detalhes técnicos são cabeludos), esta criptografia pode ser feita usando o padrão WEP ou o WPA. O WEP é mais antigo, e, portanto, mais difundido (qualquer dispositivo sem fio funciona em redes WEP). No entanto, ele é bem menos seguro que o WPA – razão pela qual a minha rede doméstica usa WPA.

Infelizmente, o NDS só se conecta em redes WEP. Como eu não queria baixar a segurança das máquinas aqui de casa, resolvi criar uma rede alternativa em uma máquina com Linux (que já se pluga na minha rede atual), apenas para o DS entrar. E aí é que entram os detalhes mencionados, a saber:

1) Fixar a Velocidade em 1MBps ou 2MBps

As diferenças entre os dispositivos, aliadas às interferências (causadas por aparelhos externos) fazem com que a velocidade de uma rede sem fio varie bastante. Isso costuma acontecer automaticamente com PCs, palmtops e roteadores, mas o NDS parece não suportar muito bem esse tipo de flutuação.

Eu passei um bom tempo tentando me conectar com a rede, o que só deu certo quando “chumbei” a velocidade da mesma. Nos roteadores WiFi isso costuma ser uma opção chamada “Transmission Rate”, que deve ser setada em 1MBps ou 2MBps. Como eu estava usando o Linux, a solução é setar o parâmetro “rate” da placa, i.e.:

iwconfig ath0 rate 2M

onde ath0 é minha placa de rede wi-fi, e 2M é a velocidade (2MBps).

2) Chave WEP tem que ser SHARED

Essa dica até que não é tão difícil encontrar – o problema foi descobrir como configurar esta opção no Linux. Algumas placas suportam esse setting direto no parâmetro “mode” (que determina o tipo de autenticação) do iwconfig, i.e.,:

iwconfig ath0 mode shared

A minha (D-Link DWL-510) não ia nem a pau, até que descobri que esta configuração deve ser feita via iwpriv, i.e.:

iwpriv ath0 authmode 2

As duas particularidades podem ser confirmadas em fóruns da Nintendo (aqui e aqui). Configure a sua rede e boa diversão!

Comments