chester's blog

technology, travel, comics, books, math, web, software and random thoughts

Getting Real

| Comments

Getting Real abre com uma proposta atraente: ajudar a construir aplicações web de sucesso. Não se trata de uma metodologia – até porque ele se dispõe a questionar muito do material e da cultura que compõem as metodologias (formais ou práticas) existentes.

É o oposto disso, a anti-metodologia. Não por rebeldia, preguiça ou limitação, mas por fazer crer que a melhor maneira de fazer as coisas sairem é… bem… fazer as coisas sairem (e não viver em torno de documentos, reuniões, cronogramas e outros mecanismos que fazem parecer que elas estão saindo).

Confesso que comecei a ler o livro meio de nariz torcido. Motivo: 37Signals é a empresa que criou o Ruby On Rails (especificamente, o Rails), que, embora seja um ambiente/linguagem/filosofia muito bacana, está cada vez mais ganhando o status de panacéia para resolver todos os males, e, por conta disso, atraindo aquele famoso séquito de “believers” chatos – os tipinhos que usam um tom anacrônico, messiânico e vazio de conteúdo (semelhante ao encontrado em igrejas ortodoxas e micropartidos trotskistas) para falar de tecnologia.

Ainda bem que coloquei a indicação acima do preconceito, porque trata-se de um livro excelente. Não trouxe horizontes insanamente novos (e nem pretendia, como diz a própria introdução), mas alinha de forma coerente uma série de boas idéias e recomendações que eu costumava enxergar isoladamente. Assim como no caso do RoR, é loucura sair achando que tudo se resolve com ele, mas muitas partes ali se aplicam ao cotidiano de diversos projetos desta natureza.

O livro bebe nas melhores fontes (é comum encontrar citações de Joel Spolsky, Fred Brooks e outros do mesmo calibre), sem, contudo, abrir mão de um texto leve, cujo único pré-requisito é (se tanto) ter trabalhado num projeto destes – nem que seja para atestar a veracidade dos obstáculos mencionados.

Pode ser lido online no original ou em português, sendo ambos gratuitos. Quem preferir, pode comprar o PDF ou o livro de papel. Ou seja, não tem desculpa. Leia.

Comments