chester's blog

technology, travel, comics, books, math, web, software and random thoughts

Chester Versus O Papa

| Comments

Essa quase me passou pelo radar: o Vaticano resolveu dar um upgrade na lista de pecados capitais, no estilo Office: botou mais sete no pacote. Os novos pecados são focados no comportamento coleitivo (tanto que tem sido chamados de “Os Sete Pecados Sociais” pela imprensa).

Embora eu oscile entre o ateísmo e o agnosticismo (o que, funcionalmente, dá na mesma), minha criação católica não me permite deixar de fazer uma auto-avaliação. A surpresa veio quando comparei os meus resultados com os do Sumo Pontífice e seus acólitos. Vamos analisar:

  • Poluição Ambiental – Eu sou da teoria de que, para poluir, basta estar vivo. Eu não jogo papel no chão, controlo o consumo de várias coisas e reciclo/prefiro produtos não-poluentes quando me parece razoável, sem qualquer fixação no assunto. Mas a minha maior contribuição neste sentido é ter optado por não ter filhos: este gesto altruísta salvou o mundo de toneladas de lixo e poluição que meus filhos e seus descendentes gerariam. Fazendo uma conta por alto, acho que só por isso eu devia ser canonizado. Chester 0 x 0 Papa
  • Manipulação Genética – Eu não faço porque não tenho os meios, mas sou completamente favorável a intervenções que visem a melhoria da qualidade de vida. Além disso, a argumentação contrária é tipicamente tecnófoba e acompanhada de teorias da conspiração que eu prefiro deixar para assuntos mais lúdicos. Chester 1 x 0 Papa

  • Acúmulo Excessivo de Posses Materiais – Difícil de interpretar. Eu sempre acho que tenho mais do que preciso/mereço, e só penso em acumular mais por uma questão de segurança. E acho complicado Sua Santidade vir falar disso, afinal, ele faz usufruto de diversas posses materiais da Igreja Católica, e se aquilo não é “excessivo”, eu não sei dizer o que é. Chester 1 x 1 Papa

  • Provocação do Aumento da Pobreza – Esse talvez seja o mais abstrato de todos. Há quem diga que quem faz caridade contribui para a manutenção (e, portanto, o aumento) da pobreza, da mesma forma que é razoável argumentar que quando uma socialite compra uma roupa na Daslu, ela está movimentando toda uma cadeia econômica, diminuindo efetivamente a pobreza em comparação com o que haveria se ela deixasse esse dinheiro guardadeo em casa. E eu não quero dedurar ninguém novamente, mas não é preciso ser cientista social para perceber que a falta de planejamento familiar é um dos maiores causadores de pobreza no mundo todo, e o cara do chapéu engraçado continua demonizando a contracepção. Chester 1 x 2 Papa

  • Consumo e Tráfico de Drogas – Novamente eu poderia questionar a definição de “drogas”. Não vejo diferença entre um cigarro de maconha e um cálice de vinho (que é consumido até em cultos de… qual religião mesmo?). Eu não consumo nem comercializo, mas como sou favorável a esse direito, vou me penalizar no placar também. Chester 2 x 3 Papa

  • Experimentos Moralmente Questionáveis – Isso é genérico demais, então fica difícil avaliar o lado dos caras. Mas no meu eu sou culpado, com louvor – aliás, tenho um experimento moralmente questionável prestes a sair do forno, novidades em breve. Chester 3 x 3 Papa

  • Violação dos Direitos Fundamentais da Natureza Humana – Tá, isso provavelmente é um eufemsimo anti-aborto (assunto que eu me recuso a discutir com qualquer um que não tenha lido o texto seminal do Carl Sagan a esse respeito), mas vamos falar de direitos humanos: Alguém já ouviu falar da inquisição? (pela qual o Papa anterior pediu perdão, mas no que dependesse desse voltava em majestade e glória) E do direito ao planejamento familiar? (até algumas constituições, como a nossa, o qualificam como direito humano) E da liberdade de culto? (vai falar em ateísmo ou satanismo nesses círculos pra ver o quanto dura a suposta liberdade que pregam) A lista é interminável, o que nos leva ao placar final…

PECADOS CAPITAIS
Chester 3 x 4 Papa

Fosse essa uma competição desportiva, teríamos uma vitória espetacular, definida no último lance! Em matéria de pecados, nem mesmo um ser profano como eu bate o Vigário de Cristo. Amém!

Comments