chester's blog

technology, travel, comics, books, math, web, software and random thoughts

Turma Da Mônica Jovem (Versão Mangá)

| Comments

Acabei de ler o número 1 (parece que rolou um número zero em alguns eventos) da versão “reloaded” da Turma da Mônica. E posso dizer que me surpreendeu positivamente.

(eu, pessoalmente, sempre tive uma teoria de que a Tina era a versão adolescente da Mônica – que ficou gostosa pra contrariar; na mesma linha, o Rolo era o Cebolinha – cujo cabelo atrasado cresceu todo de uma vez; a Pipa era a Magali depois que aquela comida toda deu reação, etc… mas isso é outro assunto :–) )

A arte é bacana, embora abuse um pouco das retículas (talvez seja uma crise de abstinência de cores). Não sei se são os mesmos artistas do estúdio tradicional (já que a MSP insiste em não creditar os artistas, uma prática anacrônica que nem mesmo a caquética Disney adota mais), mas já se percebia uma influência de mangá nas histórias infantis (acentuada na época em que migraram pra Panini, coincidência ou não). E historicamente a relação do Maurício com mangá vai longe, direto à amizade com Osamu “Astro Boy” Tezuka.

O lado negativo é que eles se amarram demais em referências (especialmente tentando relacionar os elementos da história infantil com elementos mais atuais e/ou de mangá) e também no visual, em detrimento da história. Mas esse problema é comum em primeiras edições de mangás novos (onde 90% da “ação” é concentrada em explicar o enredo e os personagens), então eu esperaria para ver como se comportam as novas edições.

Outro problema é que eles tentam abraçar a bandeira de “mangá”, então elementos de todas as variantes (shoujo, shonen, etc.) aparecem, ficando um melê meio difícil de digerir. Mas também atribuo isso ao início, e faço crer que logo, logo o pessoal foca menos no formato e mais nas histórias.

No geral é uma aposta interessante – que justamente por se manter paralela às histórias tradicionais permite abraçar públicos novos sem deixar de lado os leitores atuais. De qualquer forma, é melhor que outras tentativas malfadadas de modernizar a Turma da Mônica, como a introdução do Bloguinho ou da dupla “Prof. Spada e Dr. Spam” – essa última uma das maiores vergonhas alheias que eu já vi em qualquer mídia até hoje.

Comments