chester's blog

technology, travel, comics, books, math, web, software and random thoughts

The Starfish and the Spider / Founders at Work

| Comments

Novamente uma dobradinha de resenhas, que abro com The Starfish and The Spider, que apresenta uma maneira inusitada de classificar as organizações (empresariais ou não). Ele as divide entre “aranhas” (spiders), isto é, organizações altamente centralizadas e “estrelas-do-mar” (starfishs), que trabalham em um esquema mais descentralizado, com decisões locais e ágeis.

O conceito é simples (ainda mais colocado como está aqui, para não estragar as surpresas), mas os resultados são poderosos. E, ao contrário do que se pode imaginar, não é novo: alguns dos casos estudados pelo livro aparecem em lugares tão improváveis quanto as civilizações pré-coloniais do continente americano, ou mesmo em braços e épocas diferentes da mesma organização.

É uma leitura leve e interessante, embora não seja totalmente revolucionária para quem já tentou entender como empresas “desorganizadas” conseguem muitas vezes levar a melhor sobre organizações que aplicam as tradicionais técnicas militares/meritocráticas. Ainda assim, sistematiza e exemplifica o assunto, ajudando a situar esforços concretos neste sentido.

Founders at Work não é tão ousado: ao invés de apresentar um novo conceito, permite aos fundadores de dúzias de empresas de tecnologia que afetaram e afetam o nosso dia-a-dia contarem como foram seus primeiros dias.

É particularmente satisfatório o fato de a autora escolher rostos “alternativos” (ex.: Allen no lugar de Gates para falar da Microsoft, Woz no lugar de Jobs para a Apple, etc.). Desde empresas completamente extintas até algumas que mal despontaram, o panorama é amplo e altamente representativo do mosaico composto por tantas companhias que delinearam tecnologias de consumo nas últimas décadas (a lista dos entrevistados é o que mais “vende” o livro).

Não se deixe enganar pelo formato (entrevistas curtas e não diretamente conectadas): cada uma delas navega entre o técnico e o administrativo/estratégico com o fôlego que os entrevistados merecem. É mais denso que o anterior, mas igualmente recomendado – particularmente para quem tem interesse em entender empreendedorismo tecnológico no geral (e as startups americanas em particular). Se você estiver disposto a investir algum tempo (ainda que a prestações), definitivamente vale a pena.

Comments