chester's blog

technology, travel, comics, books, math, web, software and random thoughts

Participando (E Palestrando) Na PythonBrasil[6]

| Comments

Estive na PythonBrasil[6], isto é, no “6º Encontro Brasileiro da Comunidade Python”, que rolou em Curitiba entre 21 e 23 de Outubro. Por conta da aula na UNESP, só pude chegar na sexta (22), mas ainda assim deu pra aproveitar bastante.

Alguém tuitou que este foi um encontro orientado a pessoas, e é verdade: todos lá estavam muito acessíveis – sem deixar de lado o perfeccionismo e profundidade no conteúdo, os palestrantes estabeleceram um diálogo muito positvo com todos os presentes, dentro e fora das palestras.

Uma das marcas da comunidade Python é receber bem todos os interessados, e este aspecto foi contemplado pela ilustre presença do Fabio Akita (@AkitaOnRails), que, à exemplo do que fez no QCon, mostrou onde a comunidade Ruby/Rails acertou e errou ao longo dos anos, deixando lições inestimáveis para os pythonistas que souberam enxergar além das diferenças.

Outro destaque foi o Pedro Valente (@pedrovalente), o elo perdido entre o jornalismo e o desenvolvimento de software. Ele agitou o #freecep nos open spaces e apresentou a versão python-ativada da sua consagrada exposição sobre extração de dados públicos “na marra” – que deixava uma dica para que eu fizesse (mais) uma lightning talk sobre o Cruzalinhas.

Eu achava que o assunto já tinha sido abordado o suficiente (falei dele no FISL 11 e no QCon), mas dado que a palestra original do Pedro Valente foi justamente o que me inspirou a criar o site, achei que não faria mal em complementar a apresentação dele (mesmo sem ter ensaiado ou feito slides próprios para a ocasião). Mas ver o pessoal abraçando à idéia de que serviços públicos implicam em dados públicos já valeu: o @botobr está tentando reproduzir o lance em Curitiba, o @jbochi abriu o fonte do Tô a Pé, entre outros.

De qualquer forma, eu estava no evento como palestrante: fui falar da Apontador API, a iniciativa do Apontador em abrir suas APIs (um assunto que merece seu próprio post, a seu tempo). Fiquei muito satisfeito com a resposta do público: não foram passivos, fazendo perguntas contundentes (acerca da qualidade, da relevância e do posicionamento do produto diante de alternativas) e dando sugestões muito coerentes (que já dispararam ações lá dentro). Audiência qualificada é tudo!

Os slides estão disponíveis no SlideShare (e abaixo), e incluem incluem exemplos básicos de uso da biblioteca Python (cujo código-fonte é livre e também pode ser obtido no github). Ficam os meus agradecimentos à organização pela oportunidade, ao público pela receptividade e a todos os participantes por um excelente evento!

Comments