chester's blog

technology, travel, comics, books, math, web, software and random thoughts

Revolution in the Valley: The Insanely Great Story of How the Mac Was Made

| Comments

Antes de se tornar objeto da admiração de uns e desinteresse/suspeita de outros, a Apple passou por três fases bem definidas: a “era de ouro” em que o Apple II e o Macintosh original foram criados; a queda em parafuso rumo à irrelevância; e a volta por cima. O papel evidente de Steve Jobs nas fases virtuosas alavanca o culto em torno de sua pessoa  a um ponto que fica difícil separar a verdade do mito, valorizando qualquer testemunho de quem esteve mais próximo.

Revolution in the Valley: The Insanely Great Story of How the Mac Was Made é um livro que reúne dúzias de histórias sobre o fim da primeira fase, isto é, sobre a criação do Macintosh. Boa parte delas veio do site Folklore.org: Macintosh Stories, organizado pelo autor – ninguém menos que Andy Hertzfeld, que escreveu boa parte do sistema operacional original do Mac.

Mesmo para quem (como eu) já tinha lido o site de alto a baixo, é bacana acompanhar as histórias revisadas, ampliadas e em ordem cronológica. As ilustrações também são um show à parte – só lamento que a coleção de polaroids mostrando a evolução da interface gráfica tenha sido publicada num tamanho tão minúsculo. Eu teria sacrificado algumas histórias ou aumentado o número de páginas, só para dar um pouco mais de zoom ali.

Ao contrário de revelações bombásticas, o livro corrobora muitos dos estereótipos ligados a diversas personalidades citadas – em particular ao próprio Steve Jobs, cujo perfeccionismo muitas vezes torna a convivência difícil, mas ao qual o autor atribui a direta responsabilidade por introduzir o computador que efetivamente deu início à era da informática para leigos.

Também é interessante observar os papéis significativos que “notórios desconhecidos” como Bill Atinkson (programador que criou, entre outras coisas, o QuickDraw, MacPaint e o HyperCard), Burrell Smith (projetista de hardware com a difícil missão de suceder o Woz) e Susan Kare (ilustradora cujo trabalho é admiravelmente abrangente) desempenharam neste processo. Quem gosta de micros antigos vai curtir muito esse livro.

OFF-TOPIC: Por falar em Woz, ele vai estar na Campus Party 2011 no sábado. E por falar nesta, eu vou dar uma palestra ao lado do Marcelo Castelo na manhã desta sexta-feira (21/Jan, às 11h), na área de Desenvolvimento (setor azul, lááá no canto). O tema é “Empreendedorismo em Aplicativos Mobile”, e eu pretendo trabalhar um pouco o lado do desenvolvedor nessa história toda. Vamos lá?

Comments