chester's blog

technology, travel, comics, books, math, web, software and random thoughts

Micro Men – O “Pirates of Silicon Valley Inglês”

| Comments

Micro MenDurante a explosão da microinformática nos anos 80, a Inglaterra era um dos poucos países (o Japão seria outro) nos quais os computadores eram projetados de forma independente dos EUA. Ali, Sir Clive Sinclair se destacou ao criar os primeiros computadores pessoais realmente acessíveis, o que lhe rendeu o título.

A disputa entre a Sinclair Research e a Acorn (ou, especificamente, entre Clive e Chris Curry, ex-funcionário do primeiro e um dos fundadores da Acorn) para decidir quem iria fabricar o computador que levaria a marca da BBC é o mote central de Micro Men, um documentário dramático que começa nas primeiras inovações de Sinclair (calculadoras de bolso e relógios de pulso digitais) e vai até os finalmentes das duas empresas, retratando o “estouro da bolha” que viria nos anos seguintes.

Embora a relevância da disputa possa parecer um pouco exagerada (ainda mais ao considerar que o filme é produzido pela própria BBC), o fato é que o vencedor teria não apenas um contrato gigante para colocar micros em todas as escolas britânicas, mas também ganharia a chance de educar uma geração inteira usando seus produtos. A importância disso fica evidente quando se observa quão bem esta mesma oportunidade foi aproveitada nos Estados Unidos por ninguém menos que a Apple.

Outro ponto que poderia ser questionado é a colocação da Acorn no mesmo nível de destaque que a a Sinclair, considerando que seus micros pouco apareceram fora da Inglaterra. Mas vale lembrar que eles foram os criadores do que viria a se tornar o processador ARM (que muito provavelmente está no seu bolso neste instante, já que sua arquitetura é uma das mais populares em smartphones).

O começo do filme é um pouco confuso (e parado), mas o contexto vai ficando mais claro, e o ritmo também melhora muito. Ele inclui momentos clássicos, como a famosa briga no Baron Of Beef, e no final é uma experiência muito divertida para quem curte a microinformática “raiz” e quer saber mais sobre as pessoas por trás dos micros – em particular quem teve um TK ou equivalente nos anos 80.

Comments