chester's blog

technology, travel, comics, books, math, web, software and random thoughts

ZX Spectrum +2

último update: 07/Jul/2010

É, a gente se empolga. A aventura do TupperWare GS me abriu o caminho das pedras para as compras no eBay. Micros que foram muito populares nos EUA são vendidos baratinho por aquelas pradarias, mas, fora o Apple, pouca coisa de lá me interessava.

Nos anos 80, usei bastante o TK90x, clone do ZX Spectrum inglês. O Spectrum foi um sucesso estrondoso no seu país de origem, tendo novas versões lançadas até o final da era 8 bits. Optei pelo modelo “+2″, que contava com chip de som e 128KB de RAM – fora o gravador cassete embutido, que é meio perdedor por não ter contador de giros, mas absolutamente kitsch ! :–)

Fechei o leilão, aquela história toda, e três meses e meio depois, quando eu já tinha dado como perdido, chegou o pacotão. Ainda não liguei, mas já tirei algumas fotos:


O gabinete estava bem sujinho. Baixou a Dona Dita e limpei, tecla por tecla.


Valeu o esforço: agora dá pra usar sem medo de grudar os dedos. Fala se esse não era o sonho de qualquer micreiro dos anos 80 (o micro, não os vasinhos da minha ex-esposa).


Por falta de expansão é que ele não fica obsoleto: impressora, teclado MIDI, joysticks, RGB, tudo built-in (nesse sentido, lembra muito o IIGS):


Na foto acima é que se vê porque eu não liguei ainda: a fonte do bicho não só é de 220V, como usa esse conector bizarro. Usar uma fonte própria não vai ser muito trivial: ele tem sinais de 5V e 12V (tou vendo que vou ter que mandar ver outra fonte de PC).

Acabei passando esse micro adiante, mas foi uma compra legal.